Category Archives: Serviços

  • -

  • -

Instrução técnica bombeiro

Tags :

DECRETO Nº 63.911, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2018

IT-01-2019-Procedimentos Administrativos

IT-02-2019- Conceitos-basicos-de-seguranca-contra-incendio 

IT – 03-2019-terminologia-de-seguranca-contra-incendio

IT – 04-2019-simbolos-graficos-para-projeto-de-seguranca-contra-incendio 

IT 05-2019 Segurança contra incêndio urbanística

IT 06-2019 – Acesso de viatura na edificação e áreas de risco

IT 07-2019 isolamento de risco edificação

IT-08-2019 – Segurança estrutural contra incêndio

IT-09-2019 Compartimentação horizontal e compartimentação vertical

IT-10-2019 Controle de materiais de acabamento e de revestimento

IT-11-2019 Saídas de emergência

IT-12-2019 Centros esportivos e de exibição – requisitos de segurança contra incêndio

IT-13-2019 Pressurização de escada de segurança

IT-14-2019 Carga de incêndio nas edificações e áreas de risco

IT-15-2019-P1 Controle de fumaça

IT-16-2019 Gerenciamento de riscos de incêndio

IT-17-2019 Brigada de incêndio

IT-18-2019 Iluminação de emergência

IT-19-2019 Sistema de detecção de incêndio

IT-20-2019 Sinalização de emergência

IT-21-2019 Sistema de proteção por extintores de incêndio

IT-22-2019 Sistemas de hidrantes e de mangotinhos para combate a incêndio

IT-23-2019 Sistemas de chuveiros automáticos

IT-24-2019 Sistema de chuveiros automáticos para áreas de depósito

IT-25-2019 Líquidos combustíveis e inflamáveis

IT-26-2019 Sistema fixo de gases para combate a incêndio

IT-27-2019 Armazenamento em silos

IT-28-2019 Manipulação, armazenamento, comercialização e utilização de gás lique-feito de petróleo (GLP)

IT-29-2019 Comercialização, distribuição e utilização de gás natural

IT-30-2019 Fogos de artifício

IT-31-2019 Segurança contra incêndio para heliponto e heliporto

IT-32-2019 Produtos perigosos em edificações e áreas de risco

IT-33-2019 Cobertura de sapé, piaçava e similares

IT-34-2019 Hidrante urbano

IT-35-2019 Túnel rodoviário

IT-36-2019 Pátio de contêineres

IT-37-2019 Subestação elétrica

IT-38-2019 Segurança contra incêndio em cozinha profissional

IT-39-2019 Estabelecimentos destinados à restrição de liberdade

IT-40-2019 Edificações históricas, museus e instituições culturais com acervos museológicos

IT-41-2019 Inspeção visual em instalações elétricas de baixa tensão

IT-42-2019 Projeto Técnico Simplificado (PTS)

IT-43-2019 Adaptação às normas de segurança contra incêndio – edificações existentes

IT-44-2019 Proteção ao meio ambiente


  • -

Regularização de laudo técnico de Avaliação

Regularização junto à Vigilância Sanitária Pessoa Jurídica

Laudo Técnico de Avaliação (LTA) 

Solicitação de Avaliação de Projetos de Edificações, Instalações e Empreendimentos de Interesse à Saúde – apenas para alteração de estrutura física (reforma, adaptação, ampliação)

A Portaria CVS 10, de 05/08/2017: Define diretrizes, critérios e procedimentos no âmbito do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária – SEVISA, para avaliação físico funcional de projetos de edificações de atividades de interesse da saúde e emissão do Laudo Técnico de Avaliação – LTA

Documentos necessários

– Formulário do Laudo de Técnico de Avaliação (LTA), preenchido e assinado pelo responsável legal pelo estabelecimento e pelo ART do projeto arquitetônico.

– Projeto Básico de Arquitetura = O projeto arquitetônico deve ser assinado pelo responsável técnico do projeto; Os projetos arquitetônicos deverão ser levados ao Atendimento VISA em formato digital (Arquivo PDF com até 40 MB), seguindo as especificações da Portaria CVS 10/2017.

– Memorial de Projeto Básico de Arquitetura – Assinado pelo responsável legal e pelo responsável técnico pelo projeto;

– Memorial de Atividades – contendo minimamente a descrição dos processos, da quantificação e qualificação de pessoal e equipamentos, turnos de trabalho e demais informações que auxiliem a análise e compreensão da atividade;

– ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) do profissional responsável pelo projeto com cópia do comprovante a quitação do Conselho de Classe (CREA).

– Comprovante de existência da rede pública de água e esgoto no local (SANASA);

  • Quando possuir sistema próprio de abastecimento de água (poço) para consumo humano, deverá informar o nº do Cadastro na VISA (CEVS).
  • Quando utilizar sistema de abastecimento por carro-pipa, deverá apresentar cópia do contrato com a empresa de abastecimento.
  • Quando possuir sistema individual de esgotamento sanitário, deverá apresentar o projeto de afastamento e tratamento de esgotos.

– Licença de Instalação da CETESB ou da Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) quando couber, para atividades previstas nos Decretos Estaduais Nº 8.468/76 e Nº 47.397/2002 (que regulamentam a Lei Estadual nº 997/76), ou Decreto Municipal 18.705/2015 que dispõem sobre a prevenção e o controle da poluição do meio ambiente (ex: industrias, hospitais, cemitérios).

OBSERVAÇÕES:

  1. Para ambientes climatizados artificialmente– se houver ambientes climatizados: deve apresentar compromisso expresso de que o projeto executivo das instalações será elaborado de acordo com as normas técnicas oficiais vigentes, destacando em planta os compartimentos que serão ventilados artificialmente, os pontos de captação de ar exterior, a localização dos equipamentos, devendo ser previsto acesso para limpeza de dutos e componentes.
  2. Em caso de cemitérios– deve apresentar laudo de prospecção do solo, contendo informações do tipo de solo e nível do lençol freático.

Para acompanhar

Acompanhe a sua solicitação pelo 156 informando o número de processo ou pelas publicações no Diário Oficial do Município (http://campinas.sp.gov.br/diario-oficial)


  • -

  • -

  • -

  • -

Laudos técnicos AVCB

Preparamos laudos conclusivos ou corretivos exigidos pelo corpo de bombeiros, viabilizando a emissão de atestado de funcionamento para grandes indústrias, empresas e comércios.

  • Atestado de Elétrica – NBR 5410/90.
  • Atestado de conformidade elétrica (Anexo R).
  • Atestado Pára-Raios (SPDA) – NBR 5419/93.
  • Atestado de Sistema de Hidrantes – NBR 13714/96.
  • Atestado de Sistema de Sprinklers – NBR 10897/06.
  • Atestado de Sistema de Iluminação de Emergência – NBR 10898/99.
  • Atestado de Sistema de Alarme de incêndio e Detecção de Fumaça – NBR 17240/10.
  • Atestado de CMAR – Controle de Material de Acabamento e Revestimento – Instrução Técnica – Nº10/2011.
  • Atestado de Grupo Moto Gerador – Instrução Técnica – Nº25/2011.
  • Elaboração de FAT Formulário de Atendimento Técnico.
  • Atestado de treinamento de brigada de emergência.

  • -

cabine primária

Projetos e montagens de cabine primáriacabine primaria

Manutenção e emissão de laudos técnicos

Vistoria e manutenção preventiva

Cabine primária simplificada

Cabine primária simplificada entrada aérea

Cabine primária convencional em alvenaria